A Coimppa foi fundada em 23 de novembro de 1994, em reunião na sede da Associação dos Membros do Ministério Público do Estado (AMPEP), com a participação de 55 membros e servidores do Parquet paraense. À época, o capital inicial da nova instituição de crédito foi constituído de R$ 770,00 (setecentos e setenta reais) e prometia amenizar os problemas financeiros de seus associados, por meio de financiamentos com juros mais baixos que os praticados pelo mercado. Promessa cumprida!

Em 1997, com o ingresso de novos associados, a Coimppa já estava devidamente fortalecida e, se instalou, em imóvel cedido pelo Ministério Público do Estado (MPE), na Rua João Diogo, 84, tornando mais um sonho em realidade. O crescimento foi ainda maior com a abertura do estatuto, que garantiu o ingresso de magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Estado (TJE), Defensoria Pública do Estado, como sócios quotistas.

Sonhos, conquistas e reconhecimento. Com o crescimento patrimonial e de sua credibilidade, a Coimppa adquiriu seu próprio imóvel, que hoje é a atual sede da cooperativa, na Rua João Diogo, 8. Foi necessário mudar e reformar para atender às demandas dos novos associados. Após a reforma, nas novas instalações da cooperativa, no dia 8 de abril de 2003, foram instalados todos os serviços bancários, com o apoio do Banco Cooperativo do Brasil S/A (BANCOOB).

A trajetória da Coimppa tem se constituído em um espiral de prosperidade permanente. Seu quadro social que, na época da fundação, era composto de 55 membros. Em dezembro de 2016 possui 1.866 sócios. O capital social também alcançou números expressivos e, saltou de R$ 770,00 em 1994, para R$ 45.107.359,31, em dezembro de 2016, ocasião em que o seu patrimônio líquido chegou à significativa cifra de R$ 53.041.621,14.

Linhas de crédito, cheque especial, conta corrente, aplicações financeiras, cartão de débito e crédito, recebimento de títulos, transferência de valores, além de convênios com diversos segmentos do mercado, compõem a lista de serviços ofertados pela Coimppa.